CONTEÚDO TÉCNICO

Gerenciador de energia elétrica:

O Sistema de gerenciamento de energia deve ser aplicado nos mais diferentes sistemas elétricos. O seu conceito de flexibilidade permite a sua utilização em instalações de pequeno porte, como
uma pequena indústria mecânica ou até um grande complexo industrial de Siderurgia ou um grande Shopping Center.

O sistema ira realizar:

energia-eletrica-> Simulação de fatura de energia e Rateio de custos-> Avaliação de perdas de energia e Análise de oscilação de tensão
-> Diagnóstico completo de um sistema de elétrico
-> Relatórios e gráficos e geração de curvas de consumo
-> Alarmes com Trigers por eventos e Envio automático de e-mail por eventos
-> Avaliação de desempenho e rendimentos de máquinas
-> Alarmes com Trigers por eventos, enviados via SMS*.

 

GRUPOS GERADORES:

geradoresOs grupos geradores de energia elétrica além de serem utilizados como fonte de energia elétrica em faltas da concessionária, são utilizados para economia de energia no horário de ponta entre as 18:30hs as 21:30hs. As concessionárias de energia cobram dos consumidores industriais elevadas tarifas de energia no horário de ponta, em comparação ao valor cobrado no horário fora de ponta. O aumento no preço da tarifa no horário de ponta é expressivo, fazendo com que as empresas busquem alternativas para a diminuição do custo de energia elétrica para se tornar mais competitiva. A alternativa usual é a utilização do grupo gerador no horário de ponta, fornecendo toda a energia para a empresa, zerando o consumo de energia da concessionária. A economia por kwh com o grupo gerador em comparativo a tarifa de energia da concessionaria é em torno de R$ 0,75.

 

Substituições de Motores Eletricos

A Substituição de Motores Elétricos é a ação mais abrangente a se aplicar em uma planta industrial, contemplando o maior numero de equipamentos. Proporciona assim a maior redução de demanda além de promover a atualização do parque fabril.

A idade média dos equipamentos em nossos parques fabris é de 16 anos (Abraman). Neste período, a eficiência dos motores elétricos evoluiu em 5 níveis (figura abaixo). Continuar utilizando motores antigos e ineficientes é como ter em nossa casa um refrigerador com eficiência Classe E operando 24 h por dia, sendo que no mercado existe eficiência Classe A.

Os motores elétricos representam 2/3 do consumo de eletricidade da indústria (Procel), o que proporciona um potencial de 7% de economia no parque nacional com a substituição por níveis mais eficientes.

Motores antigos operando, via de regra, com rendimentos em classes muito inferiores ou sequer seguindo normalizações, são como “vazamentos” invisíveis. Em sua instalação original o problema não era percebido, ou não existia, pois não havia opções. Hoje é possível comparar e, o que há muitos anos foi aceitável, agora é um desperdício.

Estes motores antigos também possuem um número maior de falhas, devido à influência da manutenção durante sua vida útil. Estas falhas muitas vezes são queimas que reduzem ainda mais a eficiência dos motores. A perda de eficiência está em torno de 3 a 4% (Procel). Recuperar e utilizar motores nestas condições é aumentar o desperdício.

 

Link substituição de motores:

weq